sábado, 9 de fevereiro de 2013

Pranto






As bolhas continuam a fervilhar em mim, a tentar transbordar-me, a tentar transbordar as incertezas e as expectativas à medida que elas se desenvolvem no mundo que eu abarco. Contemplar é o que me tem restado, aperto é o que me tem sobrado, e aqui continuo eu, à entrada da porta onde nunca vou entrar, a procurar um caminho onde me isolar, e a fingir algo que na realidade não sou eu. Lágrimas brotam na face de alguém que não entende, não se entende a si, nem ao que a envolve, lágrimas brotam na vida de alguém, que mesmo não sabendo se sobrevive, ainda se move.

38 comentários:

  1. Como assim, em que parte?

    ResponderEliminar
  2. E porque te identificas com essa parte querida?

    ResponderEliminar
  3. Obrigada :)
    Que música? :b

    ResponderEliminar
  4. E para ti foi uma coisa boa ou má ? :x

    ResponderEliminar
  5. Gosto bastante dessa música :)

    ResponderEliminar
  6. está muito bom este texto , asério *o*. Identifico-me imenso *

    ResponderEliminar
  7. O que aconteceu linda? Quero ver-te melhor, sim?

    ResponderEliminar
  8. Fecha os olhos, para no tempo, sorri e vê o quão a tua vida é boa se o amor residir em ti.
    Gostei mesmo do que li.

    Um Beijinho :)

    ResponderEliminar
  9. A mim aconteceu-me na quarta e sinceramente, achei ridículo. Não ter cedido mas o facto de no dia seguinte ele já estar 'em cima' de outra.

    ResponderEliminar
  10. Amor? No comentário anterior referias-te a este meu último post ou ao anterior? :s

    ResponderEliminar
  11. Querida, gostei muito do texto! Escreves lindamente...

    ResponderEliminar
  12. Mas tu escreves tao bem! Tens tanto jeito!!

    ResponderEliminar
  13. tal e qual como tu. foi tudo tão inesperado. mas agora vejo que talvez tenha sido apenas eu a dar importância aquele acontecimento...

    ResponderEliminar
  14. Completamente de acordo :)

    ResponderEliminar
  15. Parabéns pelo blog... Vou seguir ;)
    Andreia Gomes
    http://momentos-e-desabafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. É verdade...é que tiras as palavras da boca de muita gente, mas escreves de uma maneira, com umas palavras....que lindo!!!

    ResponderEliminar
  17. Obrigada :)
    A música chama-se Breathe me. É da Sia
    http://www.youtube.com/watch?v=q_9sd6kGRuk
    Andreia Gomes
    http://momentos-e-desabafos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. R: Pois, as vezes conseguimos comprar uns que mesmo sem nada sao bons :D

    ResponderEliminar
  19. adorei este texto, escreves tão bem! Meu Deus.

    ResponderEliminar
  20. eu gosto de textos sentidos , ando sem inspiração para escrever novos, nem sei que irei publicar amanhã unfff ..

    ResponderEliminar
  21. de nada querida (:
    é difícil, mas é preciso dar tempo ao tempo.
    obrigada pelas tuas palavras*

    ResponderEliminar
  22. ah, estou a seguir o blog.e adoro a música!

    ResponderEliminar
  23. Eu não sinto, mas gosto de manter-vos entretidos :D

    ResponderEliminar
  24. Tu tens muito jeito para escrever, sem duvida

    ResponderEliminar
  25. Obrigada pela visita!
    Adorei este lugar, me encanto ao ver tantas pessoas como você escrevendo sobre os sentimentos, de maneira leve e expressiva.

    ResponderEliminar

Expressa-te ! ♥