domingo, 5 de fevereiro de 2012

Time Flies

É complicado tentar expressar uma fala que não sai, um som que não é audível, uma palavra vazia que se perde no espaço. Ainda não é concebível transformar um nada num tudo , memórias em amor e fantasias em benevolências que não subsistem.Todavia nada me impedirá de alcançar os meus objetivos, de atravessar um mar em pura tempestade, pois no que há de mais profundo em mim , eu sei que há uma luz que me salvará , uma moral que se eternizará, e um novo amanhecer no escuro da ignorância. Procuramos incessantemente uma correspondência amorosa, uma metade, algo que se encaixe a nós como uma luva, uma compreensão constante ; procuramos aí o ponto de abrigo e fazemos desse algo a nossa dependência, centramos a nossa mente pouco ou nada alinhada com o nosso coração e seguimos essa crença quimérica cegamente, como se esse nada fosse o nosso tudo.Esquecemos a nossa existência pois ela passa a meramente secundária, dias e noites sádicas perdidas com algo inalienável. Deixei de me agarrar aos zeros benefícios que me envolviam e ás utopias que no fundo eu sabia que não tinham sentido, não direi que não tenho saudades da capacidade de tocar a melodia que me foi dada, mas é com orgulho que hoje sei que a prioridade em mim, serei eu mesma. Procurei incessantemente essa correspondência, mas hoje a única pessoa que procuro é a mim mesma, sei que tudo o que perdi na verdade nunca foi meu, por isso não me arrependo, mas não irei deitar mais gotas em algo que já á muito transbordou, não deixarei um coração repleto de afeições se unir a outros espíritos igualmente quiméricos e não deixarei o objeto usado cair novamente num pano sujo.O vento levou tudo o que á muito já perdurara, o vento levou a ferida que nunca expirava e o amor que nunca viveu, o vento levou o teu amor e com ele juntamente o meu.

27 comentários:

  1. Você voltou! Falta dos teus textos!!
    Bjinhos
    http://blogmundoimperfeito.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Fiquei sem palavras a ler este teu texto de hoje, esta tua mistura de palavras e sentimentos conjugados numa dança compassada entre o presente e o passado. Lindo de se ler. Um Beijo :)*

    ResponderEliminar
  3. Minha querida,antes de mais tenho a dizer-te que aqui este teu texto está simplesmente lindo.
    Adoro a maneira como escreves.
    E quanto ao teu comentário.. tenho a dizer-te que estou a tentar com todas as minhas forças levantar a cabeça,mas é tanta coisa negativa,tanta coisa contra mim,a mandar-me abaixo... que me está a doer muito e a custar muito.
    E fofinha,obrigada por te ofereceres para ajudar,significa muito para mim.
    E qualquer coisa que precises,também estarei sempre aqui para ti.

    Beijinho* grande.

    ResponderEliminar
  4. Os ventos só levam aquilo que nunca teve intenções de ficar, de ser permanente *

    ResponderEliminar
  5. Sim sim,gostei desse texto e senti sua falta!
    Tudo bem com você ?
    http://blogmundoimperfeito.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Sim,eu estou muito bem! Você tem facebook ou algo do tipo pra gente se falar?

    ResponderEliminar
  7. No blog tem o endereço do meu facebbok e twitter :)

    ResponderEliminar
  8. Olá,

    temos de ser muito Positivas...OK?
    mesmo que isso nos custe!
    Tem de ser assim...

    : )
    Bjs
    Fica bem

    escreves muito bem!

    Obrigada

    ResponderEliminar
  9. Levou mas podes sempre raptar ao tempo tudo isso que ele levou*


    Sabes? ESCREVES MUITO BEM!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  10. que bom saber disso minha linda e eu tb fofinha (:

    ResponderEliminar
  11. gostei muito do teu blog...admiro muito os que escrevem, sobretudo, bem!

    passa lá por casa quando tiveres tempo! vou gostar de ter receber!

    http://cottoncandy-peaches.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. ora nem mais, força*
    de nada, de nada mesmo *.*
    beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Olá, o meu email é quicap.photography@gmail.com , se não conseguires enviar um mail novamente deixa o teu mail no meu blog =) beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Adoraria que lesses, por favor o meu texto novo, e desses a tua opinião sincera também, obrigada (:

    ResponderEliminar
  15. Adoraria que também lesses o meu texto, e que desses a tua opinião por favor (;

    ResponderEliminar
  16. Nem sei o que dizer, agradecer é pouco*
    Obrigada minha querida*
    um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Olá, parabéns pelo seu blog.
    Te convido a conhecer o meu,
    http://carmasepalavras.blogspot.com/

    ;)

    ResponderEliminar
  18. O vento leva tudo o que não tinha raiz suficientemente forte para ficar.

    ResponderEliminar
  19. Estou a seguir.

    http://writersfield.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Obrigado pelo comentário mas sinceramente nem sei que resposta te dar mas o mais certo é como o titulo diz "Um intervalo" naquele espaço, um "intervalo" nas palavras. Um Beijo :)

    ResponderEliminar

Expressa-te ! ♥