segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Renascer


E quando se dá um mero cruzamento de olhares? Quando tudo não passa de meros corações saltitantes tentando trespassar o interior da mente humana? Quando os nossos sentidos querem mais do que a razão nos pode dar e quando tudo o que sempre acreditamos parece se despedaçar aos poucos?
Os corações batem, a respiração prossegue mas a alma sente-se apagada.
Eventualmente tudo o que nos acontece acabará por nos ensinar algo, por nos fazer usufruir de alguma sensação que de alguma forma será benigna.
Quando não há amor não vale a pena insistir, não vale a pena lutar por algo que nem sequer existe, por um nós que não subsiste e por algo que não encontra raízes para crescer. Não dá para concertar algo que sempre esteve partido, algo que nunca encontrou sentido de existir.

Quando tudo na vida parece ter um fim é simplesmente porque ela precisa de encontrar um novo início. E esse início, parte de ti.

25 comentários:

  1. Há olhares que se perdem um no outro e revela-nos que o amor acontece por acaso e que é nesse acaso que surge o mais verdadeiro.

    Já tinha saudades de cá passar, Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  2. é tudo o que estou a tentar ter $:

    ResponderEliminar
  3. Muito mas muito obrigado, e quanto ao livro, há de ser algo a pensar :)

    ResponderEliminar
  4. Gosto do som de fundo.
    Antes de mais, obrigado pelo comentário, não estava à espera dele. Adiante... simpatizo com este post, faz-me pensar pelas situações que estou a atravessar, talvez não seja exatamente igual, mas as palavras dão que reflectir.
    Um conjuntos de emoções e factos complexos mas com uma solução prática, "parte de ti". Quando uma pessoa reclama ou não está satisfeita com algo, o mais fácil não é pedir aos outros que mudem isso. A mudança está em nós.

    ResponderEliminar
  5. Incrível, concordo com você.."Não dá pra concertar algo que sempre esteve partido". O fim é sempre um passo para algo novo e maior, mas quando estamos no fim dificilmente conseguimos enxergar além do caos.

    ResponderEliminar
  6. (não sei se vou escrever algumas baboseiras, mas...)
    Teóricamente, se existe um cruzamento de olhares e os sentidos, nos transmitem algo e se isso for reciproco, é porque existe algo (físico/visual, ou químico) que nos transmite isso mesmo - que existe algo mais, que não é perceptivel à 1ª vista...)
    Se valerá a pena lutar. Diria, que sim, se bem que o meu coração (e cada vez a minha mente), diz que não. Pois, como o referis-te, se não existe nada mais do que nos é transmitido pelos sentidos e, pelo menos uma das partes, não se sente atraída exclusivamente para esta, nem está interessada em esperar ou manter-se ao lado da outra parte, e explorar uma relação (de mera amizada, por exemplo); o que resultará (diz-me a minha experiência, quase sempre negativa), é a desilusão...

    Mas, independemente do que escrevi, não poderia estar mais de acordo contigo, em relação o iniciu parte da pessoa (e quando a pessoa não toma iniciativa, a probabilidade passa a ser diminuta...)

    Espero que esteja tudo bem! :)
    Bjnhs!!!

    ResponderEliminar
  7. Concordo com o comentário dos Meos Desabafos, infelizmente é assim. Se não for é uma excepção ou houve uma grande batalha que valeu o esforço em combate como deu rumo à vitória.

    Todos os ensinamentos que a vida dá mostram a luta pela sobrevivência. Uma luta pela pessoa que desejamos ser neste mundo. (acho que está um pouco fora do contexto, mas deu-me para escrever isto)

    ResponderEliminar
  8. "Quando não há amor não vale a pena insistir, não vale a pena lutar por algo que nem sequer existe, por um nós que não subsiste e por algo que não encontra raízes para crescer" Se ao menos compreendêssemos quando algo chega ao fim talvez uma boa parte de nossas lamúrias inexistiriam. Que diremos então se continuar em algo que não existe é uma estratégia suicida para aqueles que não reconhecem que tudo tem um ponto de chegada. E as vezes partir é o melhor para reanimar as cinzas da alma... suas palavras finais são ainda mais significativas e profundas: " Quando tudo na vida parece ter um fim é simplesmente porque ela precisa de encontrar um novo início. E esse início, parte de ti." Marchemos então, prosseguiremos rumo ao amanhã que desconhecemos diante da neblina. Aqui, onde o sol ainda não amanheceu. Beijos moça, tens o dom!

    ResponderEliminar
  9. Este texto e esta música de fundo fazem uma combinação perfeita. Adorei!

    ResponderEliminar
  10. :)
    não pude deixar de reparar na tua página inicial, estudas psicologia :3
    é o meu sonho, que tenho muito medo de não conseguir $:

    ResponderEliminar
  11. r: de nada, querida. O mérito é todo teu :)

    ResponderEliminar
  12. "E esse início, parte de ti". Não podia concordar mais com o que disseste.

    Já tinha saudades deste cantinho :).

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Sei lá, sou muito pessimista, e tenho sempre aquela ideia que não vou conseguir entrar em psicologia, embora esse seja o meu maior sonho.
    Então? Não gostaste?

    ResponderEliminar
  14. Sei lá assusta-me muito a ideia de não conseguir entrar.
    Queria entrar na faculdade de psicologia e ciências da educação da universidade de coimbra, e estou na área de línguas e humanidades.
    se não é o teu sonho então concordo que deves trocar, porque devemos sempre seguir os nossos sonhos, porque é o que vais fazer o resto da vida.

    ResponderEliminar
  15. eu tenho saudades de sentir saudade de ir ao meu blog :/

    ResponderEliminar
  16. Gostei deste desabafo...principalmente da parte final.
    Um beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. sei lá, sinceramente não acredito mesmo que consiga mas vamos ver.
    e afinal vais trocar para que curso estamos aqui a falar de mim e acabaste por não dizer ^^

    ResponderEliminar
  18. é um cliché, mas o blog faz-me lembrar um passado q quero esquecer :)

    ResponderEliminar
  19. obrigado , já tinha saudades de cá vir :)

    ResponderEliminar
  20. E é um início muito necessário...poucos conseguem, os que conseguem são felizes!

    []s

    ResponderEliminar
  21. Parte sempre de nós e temos de ter sempre muita força! Infelizmente esse sentimento de um 'fim' existe várias vezes na nossa vida, e temos sempre de passar por cima! Muita força, beijinhos :)

    ResponderEliminar
  22. Obrigada :)
    "E quando se dá um mero cruzamento de olhares? Quando tudo não passa de meros corações saltitantes tentando trespassar o interior da mente humana?" É uma sensação fantástica.

    ResponderEliminar

Expressa-te ! ♥